[Falso] Deutsche Gedichte

escuridão completa.
nada se vê na calada da noite.

ouvem-se apenas ruídos compassados
num vai e vem animal.
fluidos trocados
entre dois corpos
que não se vêem,
mas se tocam profundamente 
com ânsia e talvez até desespero.

sua boca se abre num último suspiro:
agonizante, abafado, regozijado.

nesse instante ela abre os olhos:
como é lindo poder vê-lo por inteiro,
de cima a baixo, tremendo em gozo.

2 comments
  1. Querida, este texto é conciso e preciso. Sem rodeios. Sem vulgaridade.
    Nu, como um bom poema precisa ser.

    Beijo

    J.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: